Processo de fabricação confere características que tornam o vidro mais resistente

Diante das variedades de vidros, um que se destaca é o vidro temperado. Seu processo de fabricação consiste no aquecimento da matéria-prima (cristal ou vidro impresso) submetido a um tratamento térmico de têmpera à temperatura de 650/700ºC, recebendo logo após, choque térmico provocado por jatos de ar. Esta brusca mudança de temperatura gera uma compressão das faces externas e expansão na parte interna, adquirindo neste processo características de resistência muito maior que as do vidro comum.

O processo térmico de temperatura melhora consideravelmente as propriedades do produto. A finalidade da têmpera é estabelecer tensões elevadas de compressão nas zonas superficiais do vidro, e correspondentes altas tensões de tração no centro do mesmo.

O vidro temperado é indicado para locais que requerem resistência, como boxes de chuveiro, portas de vidro ou frontões de lareira. Oferece segurança por evitar ferimentos graves ao ser quebrado devido a seus pequenos fragmentos arredondados, pois possui furações e recortes especiais que não fragilizam a peça, tendo excelente efeito estético pela ausência de esquadrias, e baixo custo comparado com o vidro comum.

 

Fonte: http://www.vidrostemperado.com