Tags

, , ,

Antigamente o vidro era considerado apenas um acessório na decoração, esse cenário se inverteu e atualmente não se pode pensar em decoração, sem que o vidro esteja presente. Não apenas pela sua estética cada vez mais arrojada e diferenciada, mas pelas variadas funções, como luminosidade, ventilação e conforto acústico.

Um dos tipos de vidro que vem ganhando espaço no  mercado é o vidro tecnológico, ou vidro futurista. Ele está entre os vidros que geram ganhos ambientais. “Esse tipo de material permite uma relação de espaço entre os meios interno e externo, ampliando a visibilidade e a segurança”, afirma Luís Fernando Schmidt, gerente administrativo da Vidronovo.

“Os vidros futuristas tem sido uma das grandes tendências da decoração neste ano. Esses vidros proporcionam ambientes exclusivos e permitem o controle de luminosidade, a projeção de imagens e a criação de desenhos diferenciados por meio de micro lâmpadas LEDs”, afirma a arquiteta e urbanista Cristiane Furlan.

Os vidros futuristas permitem o arquiteto ousar na decoração com grande acessibilidade de fachadas, portas e janelas tecnológicas, que possui tecnologia especial LCD. Além disso, este material permite transformar o vidro da cor branco translúcido à incolor quando acionado por um controle. “Essa característica permite privacidade para o ambiente e ainda possibilita a projeção de imagens”, conta Schmidt.

Schmidt lembra que a tecnologia na produção de vidros tem levado cada vez mais em conta os aspectos da sustentabilidade. “O que chama a atenção  é que esses vidros são projetados visando a melhor utilização dos recursos naturais para proporcionar luminosidade e conforto ao ambiente, reduzindo o consumo de energia elétrica”, afirma Schmidt.

E você, gostou desta novidade? Deixe seu comentário!