Tags

, , , , , , ,

Para a fabricação de notebooks cada vez mais leves e finos, os fabricantes costumam utilizar alumínio nos equipamentos, que ainda ajudam a dissipar o calor. Entretanto, devido a crescente demanda, o metal está se tornando escasso.

A solução para suprir essa necessidade foi encontrada após a busca por materiais substitutos ao alumínio nos equipamentos, que não interferissem em outros fatores, como a espessura e o peso final.

A empresa Mitac, nascida em Taiwan, garante fabricar chassis para computadores tão fortes quanto os de alumínio, utilizando fibra de vidro. O melhor de tudo é ocusto dessa estrutura! A solução chega a diminuir o preço final do notebook de US$ 50 a US$ 100.

A Toshiba já tem dois modelos de notebook feitos de fibra de vidro: o Tecra R840 e o R850. Apesar de não serem os notebooks mais baratos da marca, uma das vantagens anunciadas pela empresa é justamente a durabilidade dos aparelhos – além do belo design.