Tags

, , ,

O Museu do Louvre é o detentor do quadro mais famoso do mundo: a Monalisa. Mas é nele também que está um dos mais belos monumentos da velha França: a Pirâmide do Louvre. Ela foi construída por Ming Pei e foi concluída em 1989, tornando-se referência na cidade. A estrutura do monumento é composta inteiramente de vidro e é constituída de 603 losangos e 70 triângulos, atingindo a altura de 20,6 m.

A grande questão da época foi: será que é interessante a mistura entre o antigo (o museu, já construído na época de Napoleão) e do novo? Essa discussão tomou até mesmo rumos políticos: os de direita apoiaram aqueles que eram contra, já que havia a possibilidade de arruinar a harmoniosa estrutura do Louvre; já os de esquerda louvaram a construção, afirmando que não haveria incompatibilidade entre as duas edificações.

O fato é que o tempo mostrou quem estava certo. Não há problema nenhum em aliar traços arquitetônicos antigos com a arquitetura moderna, já que elas conseguem existir sem que uma retire o brilho da outra. E o vidro dá a claridade da modernidade para qualquer construção, e mesmo que o tempo passe, os nossos olhos sempre verão o futuro nele que está por vir.

Concorda que construções de vidro lembram sempre a modernidade? Deixe sua opinião!